Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • trigo, empresas do setor trigo, empresas do segmento trigo, setor trigo, segmento trigo, economia, macroeconomia
    A pandemia global de Covid-19, que tem colocado as pessoas em casa em função do isolamento social, vem alterando também o padrão de consumo, especialmente no que se refere à alimentação majoritariamente dentro de casa agora. Produtos de fácil preparo como pães, macarrão e massas prontas em geral, têm seu consumo aumentado neste período; de acordo com a Abimapi, entidade representativa do setor, em março, a indústria de pães, massas e bolos industrializados registrou alta de 15% a 20% no volume comercializado em relação ao igual período do ano anterior, no momento em que parte da população temeu pela eventual escassez.

    Por outro lado, a recente desvalorização do real frente ao dólar tem feito os custos aumentarem, tendo em vista que o Brasil importa quase metade do que consome; das 11 milhões de toneladas demandadas em 2019, o país importou aproximadamente 5 milhões e toneladas, em sua maioria vindas da Argentina. O trigo produzido no Brasil tem menos concentração de glúten, de acordo com os especialistas do que o produzido no país vizinho por exemplo, o que significa que mesmo que o Brasil produzisse mais de 11 milhões de toneladas por ano ainda assim teria de importar o produto.

    Com isso, o setor estima reajustes de 12% a 30% em seu portfólio ao longo deste semestre, para repassar o aumento de custos com o cereal. Destaca-se, porém, que deverá haver algum escalonamento, com intuito de evitar uma explosão de preços do dia para noite, especialmente diante da perda de renda iminente do brasileiro frente ao isolamento. 

    Com objetivo de dinamizar o setor e melhorar as condições de oferta da commodity, a Associação Brasileira da Indústria do Trigo (Abitrigo) apresentou uma proposta de Política Nacional do Trigo. Trata-se de um conjunto de medidas a serem sugeridas governo federal para incentivar a produção, o consumo e o comércio exterior do cereal. Tendo em vista políticas bem estruturadas para outros setores e seus impactos positivos, os produtores de trigo esperam ser levados em consideração nessa disputa, sobretudo diante da expectativa de entrada de trigo dos EUA sem tarifas, o que é incomum para países de fora do Mercosul.

    Especialista do Setor Marcos Henrique