Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • soja, preço da soja, biodiesel, preço da soja hoje, preço soja, preço do soja, pe de soja, cepea soja, cadeia produtiva da soja, usda soja, soja mato grosso, soja brasileira, preço do soja coamo, preço soja coagru, preço soja cotripal, soja intacta, energia biodiesel, anp biodiesel, biodiesel de soja, o biodiesel, biodiesel soja, plantação de soja, soja industria, indústria de soja, industria de oleo de soja, fábrica de biodiesel, fabrica de biodiesel, usina de biodiesel, economia brasileira, setorial brasileiro
    • Autor
      Lafis
    • Ano
      2021
    • Categoria
    • Analista Responsável
      Marcos Henrique
    A produção de soja no Brasil colocou o país como o principal player no que se refere a esse grão. A Conab, órgão responsável pela mensuração das safras no país, projeta safra de 133,8 milhões de toneladas na safra 2020/21, um incremento de 7,2% em comparação à safra passada; quanto à área plantada, a estimativa é de alta de 3,6% para 38,3 milhões de hectares. O que explica tal desempenho, do ponto de vista técnico é que “A partir de dezembro e durante janeiro houve a ocorrência de precipitações mais volumosas, propiciando condições mais adequadas para o encerramento do plantio nas diversas regiões, bem como a normalização no desenvolvimento das lavouras.”

    No que diz respeito às condições de oferta e demanda, destaca-se que os preços de dezembro passado ficaram cerca de 6,51% acima do registrado em janeiro do mesmo ano. A alta do mercado internacional tem como fundamento a forte demanda de soja para exportação nos Estados Unidos que originaram o menor estoque de passagem deste país desde a safra 2013/2014. Não coincidentemente, os preços CBOT chegaram a ser cotados a US$ 14,36/bu, o maior valor nominal desde 2014.

    A demanda externa também se manteve aquecida ao longo do ano passado, particularmente no que diz respeito às compras chinesas. As exportações de soja do Brasil em 2020 totalizaram 82,273 milhões de toneladas, segundo a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec). De farelo, foram enviados ao exterior 16,850 milhões de toneladas em 2020, crescimento de 6,87% na comparação anual. Apenas a China foi responsável por 74% das compras, demanda que se intensificou após a reabertura da economia com o fim das paralisações impostas pela Covid-19.

    Desta forma, destaca-se que o Brasil, ao menos no que diz respeito ao campo, segue em ritmo acelerado, com projeções de safra recorde em geral e de alguns produtos em particular, como soja, milho e o setor pecuário. A demanda por combustíveis limpos também pressiona as cotações da soja e deve ser um mercado a ser ampliado e explorado nos próximos anos.

    Analista responsável Marcos Henrique