Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • produtosdelimpeza,setorprodutosdelimpeza,segmentoprodutosdelimpeza,limpezadoméstica,empresasdosetorlimpezadoméstica,setorlimpezadoméstica,segmentolimpezadoméstica,economia,macroeconomia,limpeza,produtos
    Levantamento realizado pela consultoria Nielsen sobre o desempenho de diversas categorias de produtos entre julho de 2019 e junho de 2020 em comparação com os 12 meses imediatamente anteriores, aponta uma queda de 2,2% no faturamento das vendas no período. Os canais de compras avaliados na pesquisa variam desde mercearias e padarias até lojas com atendimentos em balcão (com até 9 check-outs1).

    Dentre as 150 categorias analisadas está a cesta de produtos de limpeza doméstica, com destaque para o desempenho nas vendas de detergente líquido, igual a 5,9% no período. Tal resultado foi impulsionado pelo isolamento social, uma vez que as famílias foram obrigadas a passar mais tempo em casa, seja pela adoção do home office, seja pela restrição na circulação de pessoas imposta pelo fechamento dos comércios e serviços presenciais e não essenciais durante a pandemia. Esta conjuntura fez com que alimentação nos domicílios aumentasse, levando a uma maior procura por lava-louças.

    De maneira mais tímida, a venda de amaciante de roupas cresceu apenas 0,3% no período, com participação de 71% da versão diluída, tendo em vista o seu valor mais barato quando comparada à versão concentrada. O pequeno varejo contribuiu positivamente para o crescimento nas vendas desta categoria durante a pandemia ao oferecer um mix variado de marcas e versões, uma vez que as famílias estão cada vez mais exigentes. Isto porque, com a receita mais instável, o consumidor busca soluções com maior custo-benefício e embalagens econômicas. Dentre outras exigências, além do perfume, tem-se o uso de novas tecnologia e performances dos amaciantes visando a conservação dos tecidos, por exemplo.

    Por fim, os demais produtos avaliados sofreram queda no faturamento de vendas entre julho de 2019 e junho de 2020, sendo eles: limpador para banheiro (-9,7%), inseticidas (-6,9%), sabão para lavar roupas (-3,1%), desinfetante (-2,2%), e água sanitária (-1,4%). Em todos os casos, a escolha do canal de vendas mostra-se extremamente importante para as vendas do setor, uma vez que, em meio ao atual cenário de pandemia e incertezas acerca do mercado de trabalho, as famílias estão buscando melhores preços e embalagens mais econômicas. Desta forma, o consumidor torna-se mais sensível ao preço, principalmente em itens de limpeza doméstica, onde a taxa de substituição por outros produtos é elevada.

    Portanto, os resultados da pesquisa apontam e reforçam as mudanças de hábitos das famílias provocadas pela pandemia, principalmente no que diz respeito à limpeza dos ambientes, seja aumentando a frequência no uso dos produtos domissanitários, seja acrescentando novos itens às rotinas de higienização da casa e de ambientes. Porém, cabe observar ainda que tal desempenho será diretamente impactado pela escolha do canal de compra do consumidor, levando as empresas do setor, bem como o comércio em geral, a ofertar o maior mix de produtos a fim de atender à estas mudanças no perfil de consumo.

    1caixa/sistema para registrar as compras de mercadorias pelo cliente.

    Especialista do Setor Fernanda Rodrigues