Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • pneus, empresas do setor pneus, empresas do segmento pneus, setor pneus, segmento pneus, economia, macroeconomia
    • Autor
      Lafis
    • Ano
      2020
    • Categoria
    • Analista Responsável
      Lais Cristina
    O setor de pneus possui uma forte correlação com a produção das montadoras, embora sua demanda seja menos dependente das montadoras, se comparado à dependência do setor de autopeças, outro importante setor da cadeia automotiva.

    Conforme os dados divulgados pela Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), diante do impacto da crise do Covid-19, no acumulado de janeiro a julho de 2020, a produção de autoveículos apresentou uma forte retração de 48,3% em relação ao mesmo período do ano passado. Nesse período, houve uma queda de 48,9% na produção de veículos leves, -37,3% dentre caminhões, e -38,9% na produção de ônibus.

    Nesse mesmo período, as vendas internas de pneus apresentaram uma retração de 25,8% em relação a 2019, de acordo com a Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (ANIP). A queda acentuada refletiu a interrupção da produção e de um recuo abrupto da demanda entre março e julho diante da Crise do Covid-19, principalmente das montadoras. 

    De janeiro a julho, houve uma queda de 45,5% nas vendas de pneus para as montadoras, enquanto para o mercado de reposição, houve uma queda de 18%. Assim, até julho, as vendas de pneus para reposição representaram 79% do total das vendas internas de pneus no país, enquanto as vendas para montadoras cerca de 21%. Em 2019, a participação do segmento de reposição havia sido cerca de 72%.

    Contudo, vale ressaltar que, diante da crise, até mesmo a demanda de pneus para reposição deverá manter-se enfraquecida, já que: o consumidor tende a manter um comportamento de maior cautela, preferindo muitas vezes adiar a compra de novos pneus, ou até mesmo realizar procedimentos como recauchutagem de pneus; a prorrogação contínua das medidas que visam incentivar o distanciamento social nos principais centros urbanos do País, deverão impactar a demanda de pneus de reposição dos veículos de passeio.

    De janeiro a julho de 2020, o fluxo total de veículos no País apresentou uma queda de 18,8% em relação a 2019, de acordo com os dados da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR). A queda no fluxo de veículos no país devido à fraqueza da atividade econômica e as medidas para elevar o distanciamento social, impacta negativamente a demanda de pneus para reposição.

    Especialista do Setor Laís Soares