Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • pneus, empresas do setor pneus, empresas do segmento pneus, setor pneus, segmento pneus, economia, macroeconomia
    • Autor
      Lafis
    • Ano
      2019
    • Categoria
    • Analista Responsável
      Lais Cristina
    Diante dos impactos da crise no mercado de trabalho, os consumidores embora já estejam com a confiança melhor do que no final de 2018, ainda mantém um comportamento de cautela em relação ao consumo.

    O setor de pneus, embora faça parte da cadeia de produção da indústria automobilística, possui uma menor dependência da produção das montadoras. Cerca de 18% do total das vendas de pneus é destinado às montadoras, 18% exportações e 64% é a participação do canal de vendas reposição.

    De acordo com os últimos dados divulgados pela Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (Anip), de janeiro a setembro, a venda nacional de pneus atingiu um total de 44,3 milhões de unidades, uma queda de 0,5% em relação ao mesmo período de 2018.

    O resultado deve-se a pressão negativa do mercado de reposição. Esse segmento apresentou uma queda de 2,8% nesse mesmo período, enquanto as vendas para as montadoras apresentaram um crescimento de 6%.

    A venda nacional de pneus no acumulado até setembro somou 44,3 milhões de unidades, registrando queda de 0,5% em relação ao mesmo período do ano passado. Embora a venda às montadoras tenha crescido 6%, o mercado de reposição (que é 2,6 vezes maior) caiu 2,8% no período. Os números foram divulgados pela Anip, entidade que reúne fabricantes do setor instalados no Brasil.

    Esse fraco desempenho das vendas totais do setor, faz parte de um movimento de adiamento da troca dos pneus dos automóveis, ou até mesmo a substituição da compra de pneus nacionais por pneus reformados ou importados que têm levado a retração da demanda das vendas de pneus de reposição, o principal mercado do setor.

    A Lafis estima que em 2019, influenciado por esse movimento, a produção de pneus do País deverá apresentar uma queda de 1,9%, com um crescimento marginal de 2% no faturamento nominal do setor.

    Analista do Setor Laís Soares.