Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • navegação, empresas do setor navegação, setor navegação, segmento navegação,  portos, porto,  empresas do setor portos, setor portos, segmento portos, economia, macroeconomia
    Dentro de toda a malha logística do País, só o transporte marítimo ainda resiste aos impactos em cascata causados pela covid-19, e tem conseguido, ao menos por enquanto, enfrentar o drama das paralisações no setor produtivo. 

    De acordo com as estatísticas de movimentação portuária dos primeiros quatro meses deste ano, os portos organizados e terminais privados brasileiros movimentaram cerca de 340,6 milhões de toneladas brutas, o que representou um incremento de 3,7% frente ao resultado obtido do mesmo período de 2019. 

    Quanto aos terminais de uso privativo (TUPs), foram movimentadas cerca de 222,0 milhões de toneladas brutas neste mesmo período de análise (o que exprime uma expansão de 3,8% frente a igual período de 2019). Já com relação aos Portos Organizados, estes movimentaram 118,6 milhões de toneladas, o que representa uma queda de 3,5% em relação ao mesmo período de 2019. 

    O setor portuário no Brasil se mostrou resiliente aos impactos do novo coronavírus. Mesmo após o mês de janeiro ter registrado quedas de 30% no transporte de minério de ferro e soja, na comparação com 2019, o setor se recuperou nos meses seguintes, com o minério de ferro mantendo o nível do ano anterior, e o petróleo e a soja colaborando com o crescimento. Além disso, a safra deste ano, que deve ser recorde, é um dos fatores que contribuem para esse cenário, somado ao real desvalorizado.

    Especialista do Setor Felipe Souza.