Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • navegação, empresas do setor navegação, setor navegação, segmento navegação,  portos, porto,  empresas do setor portos, setor portos, segmento portos, economia, macroeconomia
    Com o prolongamento do conflito Rússia x Ucrânia, as redes produtivas e comerciais de ambos os países foram severamente incapacitadas, prejudicando enormente dois dos maiores fornecedores de alimentos e outras commodities minerais do mundo. Tão logo os efeitos da guerra se fizeram presentes, a Rússia e Ucrânia deixaram de exportar trigo, milho e cevada, fertilizantes, petróleo, gás natural e muitos outros itens básicos da cadeia global de suprimentos.

    Neste sentido, em virtude dos embargos econômicos e sanções contra a Rússia e a destruição física da infraestrutura logística, bem como regiões produtivas inteiras, obrigou que vários países ao redor do globo iniciassem um processo de substituição das importações desta região para outras, dentre elas o Brasil.

    Assim, não obstante todos os óbvios efeitos perversos do conflito que perpassam desde pontos econômicos/produtivos, até principalmente, os humanitários, tal desequilíbrio entre demanda mundial e oferta daquela região, deverá beneficiar o modal marítimo brasileiro, dado que as exportações destes gêneros alimentícios são exclusivamente escoadas por via marítima.

    Analista Responsável Felipe Souza