Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • materiais de acabamento, empresas do setor materiais de acabamento, empresas do segmento materiais de acabamento, setor materiais de acabamento, segmento materiais de acabamento, economia, macroeconomia
    A fabricação de tintas apresentou em 2020 crescimento de 2,9% em relação ao ano de 2019. É importante observarmos o comportamento da produção de tintas ao longo do ano. Enquanto no primeiro semestre de 2020 houve retração de 11% da produção de tintas em relação ao mesmo período do ano anterior, no segundo semestre de 2020, a produção apresentou crescimento de 15,2%.

    Outro segmento do setor de materiais de acabamento que apresentou expansão da produção no segundo semestre de 2020 foi o segmento de revestimentos cerâmicos (+8,5% em relação ao mesmo período de 2019). No entanto, o setor foi duramente penalizado no primeiro semestre, período em que houve retração de 27,4% da produção, o que resultou em uma queda na produção de revestimentos cerâmicos no consolidado do ano de 2020 (-9,8%/2019).

    A valorização da moradia, que incentivou pequenas reformas e adequação das residências diante dos impactos do Covid-19, aliado a um bom desempenho do mercado imobiliário, são fatores que justificam a retomada da produção do setor em 2020, após a reabertura da atividade produtiva, interrompida durante a fase mais aguda e incerta da pandemia.

    Para 2021, embora existam fatores de risco para o desempenho dos segmentos de materiais de acabamento, como a manutenção de uma taxa de desemprego elevada em paralelo ao fim iminente do auxílio emergencial, além da manutenção do novo coronavírus entre nós e um processo de vacinação e imunização que deve evoluir de maneira mais devagar do que o desejado, em meio aos diversos desafios existentes, a Lafis projeta crescimento para a produção dos segmentos de tintas e revestimentos cerâmicos em 2021, considerando o andamento das obras no mercado imobiliário, a retomada parcial da atividade econômica e a manutenção por mais tempo das pessoas nas residências, favorecendo pequenas reformas e melhorias nos lares e impulsionando as vendas e a produção das indústrias de materiais de acabamento. 

    Especialista do Setor Marcel Tau