Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • materiais de acabamento, empresas do setor materiais de acabamento, empresas do segmento materiais de acabamento, setor materiais de acabamento, segmento materiais de acabamento, economia, macroeconomia
    Em 2020 foi observado acentuada redução da produção dos segmentos de acabamento na fase mais aguda da crise, seguida de uma retomada significativa dos níveis de produção, além de reajustes elevados nos preços dos produtos vendidos. Tal cenário, resultou em aumento significativo da estimativa para o faturamento do setor naquele ano e impactou as projeções para 2021.

    Neste cenário, as projeções para a fabricação de revestimentos cerâmicos e tintas imobiliárias, apontam para crescimento de dois dígitos em 2021 (consultar relatórios do setor para maiores detalhes). O maior crescimento esperado para o segmento de revestimentos está em linha com uma base mais fraca de comparação, considerando que este segmento recuou mais diante da crise de 2020.

    Já para o faturamento do setor como um todo, a Lafis espera crescimento de 14,8%, considerando o movimento de preços e produção observado nos primeiros meses do ano e as perspectivas de curto prazo. Desta forma, a Lafis considera que em 2021 o faturamento do somado de ambos os segmentos ultrapasse R$ 27 bilhões.

    Assim, embora as projeções da Lafis apontem para a manutenção de um patamar de câmbio próximo ao observado em 2020, essa variável é muito sensível aos movimentos econômicos e políticos e, portanto, devem ser constantemente observadas, sobretudo no setor de materiais de acabamento, dado o relevante impacto dessa variável na formação de preços dentro do setor.

    Ademais, a dinâmica econômica incerta e de baixo dinamismo, aliada a manutenção de um cenário epidemiológico ainda muito grave no Brasil será acompanhada pela Lafis, pois pode alterar o cenário esperado, considerando a relevância e ineditismo acerca dessa questão.

    Especialista do Setor Marcel Tau Carneiro