Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • materiais de acabamento, empresas do setor materiais de acabamento, empresas do segmento materiais de acabamento, setor materiais de acabamento, segmento materiais de acabamento, economia, macroeconomia
    Diante das novas mudanças das regras do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), órgão regulador que fiscaliza processos de fusões e aquisições, diversas empresa adiantaram tais processos, entre elas, grandes estão ligadas ao setor de construção. De acordo com a nova regra, as aquisições serão efetivadas somente depois de julgadas pelo conselho, e não assim que o negócio seja anunciado, como anteriormente.

    Uma aquisição importante para o setor de Materias de Acabamento, foi a compra da Metalúrgica Ipê Mipel pela Duratex. Foi assinado na última segunda-feira (28/05/2012), a proposta vinculativa para a aquisição da Metalúrgica Ipê Mipel, unidade da Lupatech especializada na fabricação de válvulas industriais de bronze, localizada em Jacareí (SP). O valor da aquisição foi de R$ 45 milhões e será pago somente no ato da assinatura do contrato definitivo, em até 120 dias. De acordo com a Duratex, a aquisição possibilita o aumento na oferta de produtos da divisão Deca no segmento de válvulas industriais, além de agregar capacidade de fabricação anual equivalente a 780 mil peças.

    O investimento faz parte de um plano maior de expansão na Divisão Deca que inclui a adição, na unidade de Jundiaí (SP), de 1,2 milhão de peças anuais de metais sanitários, além da inauguração de uma nova unidade de fabricação de louças sanitárias em Queimados (RJ), com capacidade anual de 2,4 milhões de peças anuais, de acordo com a empresa. Como resultado, no final de 2012, a Deca terá expansão na sua capacidade de produção de 16,4%, ante a capacidade existente ao fim de 2011. A expansão da Duratex ocorre no sentido de um crescimento nas vendas de materiais de acabamento em todo país, fruto da aceleração das obras, principalmente ligadas a construção civil. Segundo a Lafis, espera-se  um crescimento aproximado de 7%, no faturamento do setor de materiais de acabamento.