Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • bancos, itau empresas, c6 bank, bancos brasileiros, bancen, banco caixa, bancos digitais, financiamento itau, safra financiamentos, banco 24hs, instituições financeiras, banco online, sisbacen, bmg, consorcio sicredi, bitcoin banco, emprestimo online, emprestimo para negativado, crédito, creditas, serasa ecred, emprestimo consignado, cooperativas de crédito, cooperativa de credito
    No ultimo dia 03 de dezembro, o Banco Central anunciou aumento de 4 pontos percentuais na taxa de compulsórios de depósitos à vista, aumentando as exigências dos empréstimos concedidos às pessoas físicas. Assim, a autoridade monetária fará com que a taxa de estoque desses recursos, recolhidos pelas instituições financeiras ao Banco, aumente de 8% para 12%, evidenciando um aumento de controle monetário.
     
    Com a medida, o Banco retirará de circulação um volume considerável de dinheiro para empréstimos, através do enxugamento de R$ 61 bilhões. Com menos dinheiro em circulação a medida também exigirá maiores garantias das instituições financeiras fornecedoras de empréstimos às pessoas físicas com prazos acima de 24 meses. Essas deverão apresentar 50% mais garantias ao Banco Central.

    Analisando o valor em espécie dos depósitos compulsórios no país observa-se que apresentaram pouca elevação no período de 2002 a 2007. Em 2008, em decorrência da crise financeira eles foram fortemente liberados acarretando em uma grande liquidez em circulação na economia, que juntamente à uma maior facilidade de crédito, estimulariam um maior consumo. Ao final de 2009, início de 2010, com o passar dos efeitos da crise nota-se que o patamar de compulsórios volta a se elevar, evidenciando a precaução da autoridade monetária a fim de evitar distorções no mercado de crédito no longo prazo, objetivando a sustentabilidade do crescimento creditício.