Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • instituições de ensino, empresas do setor instituições de ensino, empresas do segmento instituições de ensino, setor instituições de ensino, segmento instituições de ensino, economia, macroeconomia
    O P-FIES, diferentemente do FIES, é uma linha de financiamento estudantil para alunos com renda familiar per capita de 3 a 5 salários mínimos e sem limites de vagas. Para conseguir uma vaga, ambas as modalidades exigem que o aluno alcance, no mínimo, 450 pontos no Enem e tire uma nota acima de zero na redação.

    Porém, a partir de 2019, a regra para a chamada do P-FIES foi alterada: a nota do Enem não será mais classificatória; agora o aluno será chamado pela ordem de inscrição. Ou seja, aquele que se inscrever primeiro terá a vaga garantida para assinar o contrato junto ao banco. O objetivo desta mudança, segundo o Governo, é dar agilidade ao processo de contratação e alcançar aqueles alunos que realmente precisam do programa.

    Para as instituições de ensino superior privado, principais beneficiadas com estes financiamentos, a expectativa ainda é baixa quanto ao efeito desta mudança no volume de matrículas para este ano. Isto porque já se observou, em 2018, uma baixa adesão aos financiamentos estudantis promovidos pelo Governo, até mesmo nas linhas com isenção de juros. Foram 100 mil vagas disponibilizadas para o FIES e, aproximadamente, 210 mil para o P-FIES, mas apenas 81,7 mil e 2,5 mil foram preenchidas, respectivamente.

    Especialista do Setor Fernanda Rodrigues.