Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • sucroalcooleiro, empresas do setor sucroalcooleiro, empresas do segmento sucroalcooleiro, setor sucroalcooleiro, segmento sucroalcooleiro, economia, macroeconomia

    A moagem de cana da região centro-sul atingiu 42,5 milhões de toneladas na primeira metade do mês de agosto, o que representa alta de 26,3% sobre igual período do ano passado. De acordo com o comunicado da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), o salto na produção da commodity permitiu fabricação recorde de etanol no mesmo período, seguindo o comportamento do setor de dar preferência ao combustível em detrimento do açúcar.

    A produção de etanol chegou a 2,39 bilhões de litros nos primeiros 15 dias de agosto, o que significa alta de 20,6% em relação a igual período de 2018. A produção de açúcar, por sua vez, a despeito de um volume menor de cana estar sendo destinado a ela (cerca de 35%), também experimento um salto importante no período, de 24,3%, equivalente a 2,1 milhões de toneladas. A produção indiana, que ultrapassou a brasileira recentemente, é a grande concorrente no mercado do adoçante, além de países do sudeste asiático; o aumento recente dos estoques de açúcar fez os preços caírem de maneira mais intensa nos últimos anos.

    Adicionalmente, o etanol tem se tornado mais vantajoso após mudança na política de preços da Petrobrás a partir de 2016. Ao atrelar a variação interna dos derivados de petróleo à variação do preço do barril, o que inclusive serviu de estopim para a greve dos caminhoneiros, o etanol viu sua demanda crescer. Com a normalização dos estoques internacionais de açúcar recentemente e a retomada da produção, a Conab destaca uma expectativa negativa para o etanol em 2019. De acordo com o órgão, a projeção é de uma redução em 4,6% no total de etanol (cana + milho), resultado de maior destinação da matéria prima para o açúcar.

    Especialista do Setor Marcos Henrique