Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • energia elétrica,  economia, macroeconomia, setor distribuição energia, segmento distribuição energia, transmissão energia, setor transmissão energia, segmento transmissão energia
    A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) não prevê um novo tarifaço para o consumidor no mercado regulado. A autarquia quer evitar o impacto financeiro verificado com a primeira versão da ajuda às distribuidoras, em 2014, cujos juros somaram R$ 10 bilhões em cinco anos. Para isso, vem trabalhando para alcançar o amortecimento tarifário por meio de liberações de recursos que estavam represados. Entre eles um novo está em avaliação a conta Proinfa, onde estima ter algo próximo a R$ 1,3 bilhão.

    As distribuidoras de energia elétrica, que são as responsáveis por conectar a energia elétrica nos consumidores finais já sinalizam que, dependendo das medidas que forem adotadas pelas autoridades do setor, pode haver um significativo impacto financeiro nas distribuidoras.

    As autoridades estão tentando endereçar a questão de uma maneira que os consumidores não arquem sozinhos com os prejuízos trazidos pela pandemia do Covid-19 e ao mesmo tempo minimizar as perdas no setor de energia elétrica como um todo.

    Algumas definições das políticas adotadas pelas autoridades para a resolução dessa questão devem ser apresentadas em breve, mas considerando o prolongamento das políticas de distanciamento social para evitar o colapso do setor de saúde e os impactos econômicos e no setor neste cenário, deveremos observar nos próximos meses novas propostas e caminhos para que o setor de energia elétrica consiga atravessar mais uma crise, considerando a essencialidade dos serviços prestados pelo setor.  


    Especialista do Setor Marcel Tau