Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • embalagens, empresas do setor embalagens, empresas do segmento embalagens, setor embalagens, segmento embalagens, economia, macroeconomia
    • Autor
      Lafis
    • Ano
      2010
    • Categoria
    • Analista Responsável
      Felipe Souza

    A Crown Embalagens, joint-venture entre o grupo Crown Holdings e o grupo brasileiro Petropar S.A., investirá US$ 70 milhões em fábrica de latas de alumínio destinadas para o setor de bebidas (cervejas, sucos, chás e refrigerantes). A unidade será instalada na região Norte e sua produção será de 1 bilhão de embalagens por ano e tem por objetivo, segundo a diretoria da subsidiária brasileira, atender a demanda por latas, que deverá apresentar crescimento ente 18% e 20% sem ser contemplada plenamente pela produção nacional. As perspectivas de produção da Crown, após a finalização de todas as suas obras em andamento, serão de 6,5 bilhões de latas  até meados de 2011. Esses investimentos demandarão maiores aplicações do grupo em sua fábrica de tampas metálicas, localizada em Manaus (AM). A empresa, em 2009, obteve faturamento de US$ 250 milhões e espera, até o fim de 2010, receita de US$ 400 milhões.

    Foi anunciado, também, nessa mesma semana, pelo grupo Exal, investimentos de US$ 100 milhões na construção de sua primeira unidade industrial no Brasil, que estará localizada na cidade de Jundiaí (SP). A empresa, que possui unidades fabris na Europa, América do Norte e América do Sul, atua na fabricação de garrafas para bebidas e alumínio formatado para aerosóis. Segundo a prefeitura de Jundiaí, serão gerados 800 empregos diretos com esse investimento. A produção, em um primeiro momento, atenderá a demanda por embalagens de aerosol na Argentina. Posteriormente, a empresa pretende desenvolver produtos que atendam o setor de bebidas brasileiro.

    Os investimentos anunciados visam, sobretudo, atender a demanda por embalagens do setor de bebidas, principalmente no que se refere a cerveja e refrigerantes, que possuem ótimas perspectivas de crescimento nos próximos anos. Esses setores, por sua vez, respondem positivamente aos indicadores do mercado de trabalho, que apresentam bons resultados devido ao aumento gradual da massa salarial e do rendimento médio real auferido pelo trabalhador brasileiro. A produção de embalagens metálicas, no acumulado até agosto de 2010, apresentou crescimento de 22,4% ante o mesmo período do ano anterior, segundo dados divulgados pelo IBGE. Dessa forma, o setor de embalagens possui boas perspectivas para os próximos anos, com a economia sendo impulsionada pela atividade industrial e pelo mercado interno aquecido.