Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • embalagens, empresas do setor embalagens, empresas do segmento embalagens, setor embalagens, segmento embalagens, economia, macroeconomia
    • Autor
      Lafis
    • Ano
      2016
    • Categoria
    • Analista Responsável
      Felipe Souza
    A recessão econômica brasileira tem impactado diretamente a indústria de embalagens, não só pela queda nas vendas – consequência da diminuição do consumo – mas também pela necessidade de buscar inovações capazes de atrair o cliente final e incentivá-lo a consumir. Entre os segmentos, o setor de alimentos, cosméticos e produtos de saúde são alguns exemplos de cadeias que tem potencial de crescimento mesmo diante da crise.

    No evento “Panorama do Setor”, realizado pela Associação Brasileira de Embalagens (ABRE), foram discutidos pontos importantes a serem considerados pelos empresários na definição de suas estratégias de curto-prazo. De acordo com as análises da Euromonitor International, algumas das macrotendências que devem reger o setor são: Conveniência, Saúde, Valor, Sustentabilidade e Lifestyle. A busca por melhor custo-benefício e proximidade às necessidades do público-alvo é primordial para manter a oferta alinhada com o mercado. No segmento alimentar, por exemplo, a embalagem tem um papel relevante na atratividade do produto, tanto em seu aspecto técnico de preservação do produto, quanto no design criativo e que otimize a acomodação do alimento.

    Em linha com esse pensamento, o mercado de café em capsula tem crescido consideravelmente nos últimos anos, e tem potencial para alcançar os R$ 2,96 bilhões até 2019 – alta de 40% em relação ao faturamento de 2014, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC). Contudo, para que isso se realize há um esforço em garantir o padrão de qualidade do café em cápsula, de modo que as características sensoriais do produto não sejam alteradas.

    Este é um exemplo de ações que devem ser tomadas para que a indústria de embalagem não só se recupere da crise econômica, mas se fortaleza e atue como propulsor para outros setores. Garantir a qualidade dos produtos oferecidos e estar alinhado com as mudanças no mercado consumidor é essencial para evitar rupturas nas vendas.

    Analista Responsável pelo Setor: Robson Poleto