Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • construção, empresas do setor construção, empresas do segmento construção, setor construção, segmento construção, economia, macroeconomia
    • Autor
      Lafis
    • Ano
      2019
    • Categoria
    • Analista Responsável
      Marcel Carneiro
    Para 2019, a Lafis projeta que o setor de construção civil apresentará crescimento de 0,5%, considerando o fraco desempenho do setor nos primeiros meses do ano. É importante destacar que, enquanto o segmento imobiliário apresenta bom desempenho de lançamentos e vendas, o segmento de infraestrutura segue em uma trajetória de queda, já observada nos últimos anos e influenciadas por diversos fatores, dentre os quais: baixa capacidade de investimentos públicos, redução dos desembolsos do BNDES, operação Lava-Jato e suas consequências nas maiores empresas do setor, incertezas/ entraves que limitam o avanço do capital privado, seja nacional ou estrangeiro no setor, além da ausência de planejamento. 

    Embora o segmento de habitação se apresente como o pilar de sustentação do setor, ainda assim é importante que se observe alguns pontos de atenção: atrasos nos pagamentos do Governo ao Minha Casa Minha Vida, liberação para saque dos recursos do FGTS e a própria restrição orçamentária. Por outro lado, a tendência de melhoria gradual da atividade e do emprego, a taxa de juros ao mercado imobiliário em níveis historicamente baixos e o desenvolvimento do mercado de capitais voltados ao setor são variáveis que podem colaborar para a expansão imobiliária.

    Nunca é demais lembrar, a grande correlação entre os níveis de confiança e o desempenho do setor de construção, pois a aquisição de imóveis e execução de projetos de infraestrutura dependem do julgamento por parte dos consumidores e empresários (e do sistema financeiro) de que existe em um horizonte de médio e longo prazo um cenário estável o suficiente que viabilize a tomada de riscos e financiamentos. O ambiente político, o andamento de reformas e o desempenho econômico são algumas das principais variáveis consideradas para a avaliação dos riscos, e são estes também os fatores que podem influenciar o cenário prospectivo da Lafis.

    Neste sentido, é importante destacara que a Lafis considera provável o Congresso aprovar a reforma da previdência e, desde que o teor proposto pelo Governo seja mantido, os impactos são positivos do ponto de vista dos indicadores de confiança em um primeiro momento, mas a sustentação deste otimismo por um período mais longo, ocorrerá somente se, em paralelo à reforma previdenciária, também seja realizados novos ajustes (como a reforma tributária) e uma agenda positiva de crescimento econômico, que, por sua vez, ajudariam a sustentar maiores níveis de investimentos em infraestrutura no médio e longo prazo, criando condições para o avanço do setor de construção.

    Especialista do Setor Marcel Tau