Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • cimento, empresas do setor cimento, empresas do segmento cimento, setor cimento, segmento cimento, economia, macroeconomia
    • Autor
      Lafis
    • Ano
      2021
    • Categoria
    • Analista Responsável
      Marcel Carneiro
    Os números apresentados pelo setor durante a fase mais aguda da atual crise e principalmente no período subsequente surpreenderam grande parte do mercado e conosco não foi diferente. Anteriormente esperávamos que a crise, acompanhada de aumento no número de desempregados levaria a uma queda da demanda por cimento, mas o mercado se comportou de maneira oposta, ou seja, houve aumento do consumo pelo produto apesar da confirmação de um cenário depressivo do ponto de vista da atividade econômica. 

    Como justificativa para tal desempenho dois fatores chamaram a atenção: 1) a elevada procura por cimento pelos pequenos construtores em um cenário de valorização da moradia como um dos reflexos da crise sanitária e 2) o bom desempenho do mercado imobiliário, mesmo diante das restrições de distanciamento social impostas pelas autoridades governamentais para o combate ao vírus.

    No primeiro bimestre de 2021, quando comparado ao mesmo período de 2020, a fabricação de cimento avançou 13,6%, segundo dados do IBGE. Já considerando o primeiro trimestre de 2021, as vendas de cimento apresentaram crescimento de 19,0% em relação aos mesmos meses de 2020, segundo dados do Sindicato Nacional da Indústria do Cimento (SNIC).

    Desta maneira, assim como observado em 2020 e pelos dados preliminares de 2021, a Lafis projeta crescimento de dois dígitos do faturamento setorial, impulsionado pelo aumento da produção e do preço do cimento no mercado, além de uma fraca base de comparação nos meses de março e abril, período em que o setor foi mais afetado negativamente em 2020.

    Especialista do Setor Marcel Tau