Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • celular, celular samsung, celular motorola, iphones, smartphone, empresas do setor celular, empresas do segmento celular, setor celular, segmento celular, empresas de smartphone, empresas do segmento smartphone, setor smartphone, economia, macroeconomia, empresas de celular, setor de celular
    Apesar da queda, a venda de celulares no Brasil apresentou desempenho melhor que o esperado em 2020, diante dos efeitos da pandemia. Segundo dados da IDC Brasil, 48,7 milhões de celulares foram vendidos no país em 2020 (-8,0% em relação a 2019), se recuperando parcialmente do cenário projetado diante do péssimo segundo trimestre do ano, quando a consultoria esperava retração próxima a 20% no ano. Cabe destacar que na comparação do segundo trimestre de 2020 em relação ao mesmo período de 2019 houve retração de 32,6% nas vendas de celulares, com o número de celulares vendidos recuando de 12,98 milhões para 8,74 milhões na comparação entre os trimestres (diminuição de 4,23 milhões de unidades).

    A injeção de recursos do auxílio emergencial e a necessidade impulsionada pela pandemia por aparelhos celulares para trabalho, comunicação, educação, lazer ou qualquer outro fim contribuíram para a recuperação parcial do setor.

    A receita total do mercado foi de R$ 71,7 bilhões, alta de 16% ante o acumulado de 2019. A categoria de celular mais vendida de 2020 foram os da faixa de preço entre R$ 1,1 mil e R$ 2 mil (crescimento de 83% sobre 2019) e de R$ 2 mil e R$ 3 mil (88% ante o ano anterior), indicando que o consumidor brasileiro foi atrás de aparelhos mais caros e, portanto, com mais recursos. Além disso, a forte desvalorização cambial pode ter contribuído para o aumento dos preços médios dos celulares vendidos em 2020.

    Para 2021, a Lafis considera que o cenário pandêmico e dificuldades enfrentadas na atividade econômica e no mercado de trabalho, além da forte desvalorização cambial são fatores que representam risco para a venda de celulares. A IDC Brasil projeta expansão de 3% das vendas de celulares, número que a Lafis considera que representa uma boa tendência para o setor em 2021, sobretudo considerando os fatores citados anteriormente e a fraca base de comparação.
     
    Analista Responsável Marcel Tau