Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • motos, bicicleta, segmento bicicletas, economia, macroeconomia, motocicletas, moto, bicicletas, segmento motos,  empresas do segmento motocicletas
    Após 90 dias, desde o início da pandemia do coronavírus no Brasil, diante de tantas incertezas, já prevalece a certeza de que na vida pós flexibilização das medidas de isolamento social, diversos novos hábitos, alguns adquiridos durante o período de quarentena, deverão impactar o consumo.

    Apesar da queda da renda das famílias, com expansão do desemprego, dentre a população de renda média e alta, as bicicletas poderão tornar-se uma alternativa de mobilidade, para fugir das aglomerações do transporte público nas grandes metrópoles do País.

    De olho neste movimento, a Tembici, startup de micromobilidade que atua em São Paulo, anunciou no início de junho, um investimento de 270 millhões de reais para expansão de seu negócio. O montante deverá ser utilizado para expansão de sua frota, com modelos de bicicletas elétricas, além de inovações no sistema de dados e tecnologia.

    O movimento de expansão do uso de bicicletas, sobretudo em algumas regiões da cidade de São Paulo, grande mercado consumidor brasileiro, já era algo observado nos últimos três anos, todavia, o cenário imposto pela crise do coronavírus surge como uma janela de oportunidade para acelerar esse movimento de expansão do uso de bicicletas nos grandes centros urbanos. Além disso, a expansão do delivery deve ser um legado para o mercado consumidor brasileiro, o que deverá também contribuir para a demanda de bicicletas no médio e longo prazo.

    Analista Responsável Laís Soares.