Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • motos, bicicleta, segmento bicicletas, economia, macroeconomia, motocicletas, moto, bicicletas, segmento motos,  empresas do segmento motocicletas
    Visando ampliar sua participação no mercado nacional, a Jonny Motos anunciou a expansão de seus investimentos no Brasil. A empresa conta com  o bom desempenho do setor de motocicletas, o qual vem obtendo crescimento em vendas de 19,6% no acumulado do ano, de janeiro a setembro, frente ao mesmo período de 2010.
    A Jonny Motos, marca de forte presença no mercado nordestino, se lança no cenário nacional com intuito de ampliar a sua participação em um setor hoje dominado pela tradicional Honda, que detém mais de 75% do mercado de motocicletas. A empresa investirá R$ 15 milhões na construção de uma fábrica em Camaçari (BA). A nova planta terá capacidade de produção de 150 mil motos por ano, a partir de 2012.
    As atividades na nova unidade fabril se iniciarão em setembro de 2012. A produção se dará por meio do formato CKD, onde grande parte das peças são importadas e os produtos montados no Brasil. Atualmente as motocicletas da marca Jonny Motos são produzidas na China, país que abriga  as duas fornecedoras de peças ao Brasil, a Bashan Astronautic e a Dazhoo. Além disso, a empresa investe no aumento do número de revendedoras no país, sendo programadas 14 novas unidades, para este mês de outubro, na região sudeste além das 30 unidades atuais presente no nordeste do país.
    A expansão da Jonny Motos para o território nacional pode estar relacionada ao bom desempenho do setor até o presente momento. A Abraciclo, entidade que representa o setor, elevou sua expectativa quanto ao crescimento da produção e vendas em 2011, que a  Lafis estima  em 8,7% e 7,3%, respectivamente. Além do mais, alcançar o sudeste do Brasil representa uma excelente oportunidade de crescimento do market share, visto ser o segundo maior mercado consumidor de motocicletas do país, atrás apenas do nordeste.