Novo no site?


Login


Esqueceu a Senha? (X)

Recuperar Senha


(X)

Digite sua nova senha


(X)

Já tem uma conta?


Inscreva-se


(X)
Farooq


BLOG LAFIS

Home Blog
  • autopeças, empresas do setor autopeças, empresas do segmento autopeças, setor autopeças, segmento autopeças, economia, macroeconomia
    • Autor
      Lafis
    • Ano
      2021
    • Categoria
    • Analista Responsável
      Marcelo Balloti
    Os números do primeiro trimestre no setor de autopeças são excelentes quando comparados com o mesmo período de 2020: as vendas cresceram 44,1% no mercado de reposição e 35,1% para montadoras, as exportações expandiram 14,1%; isto resultou em aumento de 37,9% no faturamento líquido.

    Embora a comparação com o mesmo período do ano passado seja prejudicada – a partir da segunda quinzena de março a atividade industrial praticamente parou por conta da pandemia – o mês de março de 2021 também teve seus percalços: com o recrudescimento da pandemia, pelo menos nove montadoras paralisaram suas atividades com destaque para a fábrica de Gravataí (RS) da General Motors. Estes eventos provocaram aumento significativo da capacidade ociosa do setor de autopeças: 33% (10 pontos percentuais acima de fevereiro de 2021).

    Para o segundo trimestre, os bons números devem se manter. Contudo, este aumento deve ser fruto muito mais da base fraca de comparação do que um movimento orgânico do setor; vale lembrar que os meses de abril e maio de 2020 foram o ápice da pandemia com paralisações na atividade industrial.

    O crescimento no setor deverá ocorrer em 2021 principalmente pela frágil base de comparação de 2020. A recuperação que começou no segundo semestre de 2020 pode ter sido interrompida em março deste ano – vide que este mês foi o primeiro no qual não houve aumento na contratação de trabalhadores. O momento é favorável, mas exige-se parcimônia ao analisá-lo.

    Especialista do Setor Marcelo Balloti Monteiro